Arquivo do autor:Beto Vianna

Tudo o que você queria saber sobre a diversidade linguística e não tem mais língua pra perguntar

Tudo o que você queria saber sobre a diversidade linguística e não tem mais língua pra perguntar.

Imagem | Publicado em | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Reino de paz se um homem só a conquista: sexismo e racismo nas interpretações da penetração humana na América

Vem, Dama, vem que eu desafio a paz; Até que eu lute em luta o corpo jaz. Como o inimigo diante do inimigo, Canso-me de esperar se nunca brigo. Minha Mina preciosa, meu império, Feliz de quem penetre o teu … Continuar lendo

Publicado em Bio Arte | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cê já sabe em que língua vai xingar o juiz?

Na Pittacos. Cê já sabe em que língua vai xingar o juiz?.

Publicado em Lingua Linguagem | Marcado com , , , , | Deixe um comentário

O Genocídio Indígena e o Golpe da Indignação Seletiva

O Genocídio Indígena e o Golpe da Indignação Seletiva.

Publicado em Política com Ciência | Marcado com , , | Deixe um comentário

Com quantas línguas se faz um Brasil?

Beto Vianna – publicado na Revista Pittacos http://revistapittacos.org/2014/03/23/com-quantas-linguas-se-faz-um-brasil/ O que nos leva a defender a língua portuguesa na economia linguística mundial? Já nos ensinou Walter Rodney, em Como a Europa subdesenvolveu a África, que difundir a própria língua foi prática … Continuar lendo

Publicado em Lingua Linguagem | Marcado com , , , , , | Deixe um comentário

Van Helsing e o cocô da verdade

Dois dos livros que mais gosto na praia da ficção foram escritos por cidadãos britânicos. Nisso eu posso ser e até fui bem patrulhado como um chauvinista de mente incorrigivelmente colonizada, e faço até gosto, pois noves fora a literatura, … Continuar lendo

Publicado em Bio Arte | Marcado com , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Ferra-se cavalos

Não há melhor remédio para o preconceito que sofrermos o dito cujo na carne. José Bento Monteiro Lobato, apesar do que dizem os politicamente corretos, é um bamba da nossa literatura. Nós, leitores, não merecemos ter a sua boa prosa … Continuar lendo

Publicado em Política com Ciência | Marcado com , , , , , , , | Deixe um comentário

bango, balango, senhor n’kwango

bango, balango, senhor n’kwango sozinho na cela uma letra de tango de amores roubados de sonhos rasgados destinos fodidos os dois separados pano, carpano quem é o mais humano quem olha pra dentro quem é o mais insano outra humanidade … Continuar lendo

Publicado em Bio Arte | Marcado com , , , , , , | 1 Comentário

A linguagem dos animais

“A linguagem dos animais” é o nome de um belo conto de As mil e uma noites, de outro ainda nas Fábulas Italianas, do cubano Ítalo Calvino, e o princípio organizador do próprio gênero “fábula” no ocidente, de Esopo a … Continuar lendo

Publicado em Política com Ciência | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

o teu pêlo não néga padana

o teu pêlo não néga padana laranja e preta e índia e surda o teu pêlo não néga padana e surda e muda e outra menina o teu pêlo não néga padana menina e fêmea e louca e presa o … Continuar lendo

Publicado em Bio Arte | Marcado com , , , , , , , , | 1 Comentário